segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Curso de Esperanto no Mosteiro

Em Jataí, cidade do extremo sudoeste do Estado de Goás, está acontecendo um fato notável, talvez único na história do Esperanto. a superiora do Mosteiro Monte Sião da Imaculada Conceição, Madre Maria Teresa, solicitou ao Movimento Esperantista da cidade uma professora desse idioma pois ela e a maioria das monjas estavam interessadas em aprender a lingua internacional.
O mosteiro é de vida contemplativa sujeito segundo a Regra e Constituições da Ordem da Imaculada Conceição à clausura. Entretanto a divulgação do Esperanto ultrapassou os muros do mosteiro e aos ouvidos daquelas monjas chegou o apelo irresistível de Lázaro Zamenhof e o convite irrecusável para a integração de toda a humanidade em uma grande roda familiar onde não haverá mais a barreira de diferença de linguas e onde a idéia de fraternidade universal será realmente praticada.
A professora Maria Eloá de Souza Lima prontificou-se a atender o pedido das monjas, e o curso teve início no dia 22 de agosto de 2008. O interesse e a atenção das alunas impressionou a professora.
Como o Mosteiro Monte Sião é bastante afastado do centro, e a professora não tem carro, o problema foi imediatamente resolvido pelo jovem professor de Física da Universidade Federal de Goiás, Campus de Jataí, Ismael Victor de Lucema Costa. Este prestimoso professor de Física, que é também professor de Esperanto, pontualmente às 9:15 h deixa dona Eloá no portão do Mosteiro e (também pontualmente) apanha a professora às 11:00h de cada sexta-feira.
Com o apredizado do Esperanto a madre Maria Teresa pretende juntamente com a sua comunidade serem divulgadoras do Esperanto, a nível de Ordem, aproveitando os encontros que acontecem promovidos pela Federação da Ordem da Imaculada Conceição.

O que é o Esperanto?

O Esperanto é uma língua criada para facilitar a comunicação entre os povos do mundo inteiro.
Mais de cem anos de utilização prática fizeram do Esperanto uma língua viva, capaz de exprimir qualquer nuance do pensamento humano. Ela é internacional e neutra porque pertence a todos os povos e proporciona a comunicação entre pessoas de todo o mundo, sem qualquer tendência de hegemonia cultural, política, religiosa e econômica.
Quem aprende o Esperanto tem o privilégio de usufruir de duas cidadanias que se interagem e mutuamente se enriquecem: a primeira todos recebem automaticamente quando nascem. É influenciada pelas tradições, costumes e crenças de cada país, ou seja, pela cultura local. A segunda ganhamos quando, voluntariamente, optamos por ser cidadãos do mundo, através do Esperanto. Mais ampla que a outra, engloba a cultura mundial, em suas mais diversas manifestações.
Os que optam pela "dupla cidadania" através do Esperanto são chamados de esperantistas. São pessoas que não só conhecem a língua mas também a usam para comunicar-se com esperantistas de outros países, para estabelecer contatos com culturas diversas e são ativistas da divulgação e da defesa da idéia da Língua Internacional.
Após o surgimento do Esperanto, pessoas que o aprenderam sentiram necessidade de organizar grupos para a prática, ensino e sua divulgação. Com o passar do tempo, esses grupos cresceram, alguns ultrapassaram as fronteiras do país de origem, novos surgiram e hoje temos centenas de organizações esperantistas em funcionamento no mundo inteiro. Juntamente com os esperantistas, esses grupos formam o Mundo do Esperanto, e as ações nele desenvolvidas constituem o que se convencionou chamar de movimento esperantista.
Aprenda Esperanto, torne-se esperantista e venha viver o mundo do Esperanto. Ele é, por natureza, seu também!
(texto de autoria de Francisco Mattos, morador de Brasília-DF, grande batalhador pela causa do Esperanto)

Para saber mais sobre o Esperanto, visite esta excelente página: Kultura Centro de Esperanto

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

NOTICIANDO - Visita de jovens ao Mosteiro

O grupo de jovens(14) que estão se preparando para receberem o Sacramento da Crisma da Capela Divino Pai Eterno da Paróquia São Judas Tadeu juntamente com seus Catequistas: Alex e Jéssica, estiveram visitando o Mosteiro Monte Sião da Imaculada Conceição no dia 31/08/2008(domingo)no período da tarde.
As monjas acolheram com muita alegria e responderam às perguntas que lhes foram dirigidas a respeito de sua forma de vida, carisma, formação, trabalhos, etc.
Foi uma tarde agradabilíssima, sendo encerrada com oração feita na Capela do Mosteiro na presença do Santíssimo Sacramento.
Que Deus conceda a esses jovens a graça de sempre andarem nos caminhos da retidão, da paz e verdade
Ordem da Imaculada Conceição - Monjas Concepcionistas - Ave Maria Puríssima!
O Mosteiro Monte Sião da Imaculada Conceição foi fundado em 25 de março de 1988 na cidade de Jataí/ GO. Este mosteiro é um dos 19 existentes no Brasil, da Ordem da Imaculada Conceição, cuja fundadora da Ordem é Santa Beatriz da Silva.
e-mail:falemosteiro@yahoo.com.br